Aquele aroma indescritível do Grão de Café acabado de moer pela manhã, pleno, intenso, que faz imediatamente ir na sua direcção e produz na mente sensações de alegria pelo novo dia: sem o cheiro a Café pairando no ar, o dia não começa!

A qualidade da moagem no mundo do Café de Especialidade é muito importante. Já antes falámos desse objecto mítico que é a EK43, mas o seu custo faz com que não esteja ao alcance de todos, sobretudo quando se trata de moer Café em casa. E os elementos mais importantes no processo são a uniformidade das partículas depois de moídas e o seu tamanho, ou seja, mais ou menos grosso, ou fino, se quisermos. Portanto, o nosso Moinho de Café tem de permitir um ajuste o mais rigoroso possível da granularidade, assim como um resultado final uniforme de moagem. Grão de Café mais ou menos moído vai resultar em maior ou menos exposição da partícula em contacto com a água quente. Logo, o ajuste da moagem deve ser feito em função do método de extracção que vamos utilizar. Sobre este tema falaremos, com mais detalhe, em próximo artigo.

-de lâminas

-de rebarbas

Há, então, dois tipos básicos de Moinhos de Café. Os de lâminas são sempre eléctricos e os de rebarbas (burr em inglês) podem ser eléctricos ou manuais. Aqui, ainda há a considerar o material das mós, metal, mais duradoiro, ou cerâmica. Para casa devemos escolher, se possível, dado que são mais caros, os moinhos de rebarbas, pois permitem um melhor controlo de uniformidade e regulação da moagem. Há ainda um último elemento a considerar na escolha a favor das rebarbas, pois não aquecem o Café moído, ao contrário dos de lâminas, uma vez que este aquecimento da moagem não é desejável.

O investimento num bom Moinho de Café para o dia-a-dia é fundamental e a escolha deve recair sobre um modelo de rebarbas, burr grinder, pelas razões já apontadas. Em grandes superfícies comerciais é possível encontrar em Portugal alguns modelos bons para começar, mas que numa fase posterior devem ser substituídos, talvez, por um Baratza Encore, disponível na Sargento Martinho. Andamos de olho nele, pois fazem um bom compromisso qualidade-preço.

Para quem, como nós, gosta de levar consigo em viagem o seu Café preferido para ir preparando pelo caminho a sua bebida preferida, a melhor solução é um moinho manual Hario e respectivo kit V60, modelo mais pequeno, e Café em Grão recém-torrado, claro!