Qualquer embalagem de Café que se preze traz sempre bem visível a altitude da fazenda onde foi produzido e colhido. Estamos a falar, claro, do Café de origem única, aquele que nos interessa. E assim fica introduzido o tema deste artigo.

Qual é, então, a importância que tem a altitude a que o Café é plantado?

O Café de Especialidade, já o referimos, é um Café que foi avaliado acima de 80 em 100, pela SCAE (Specialty Coffee Association of Europe) e é, normalmente, cultivado a uma altitude elevada sendo cuidadosamente escolhido e preparado na origem. Há, portanto, algo de mágico no facto da planta ser cultivada em montanha e também longe do mar, criando um terroir característico. A ciência não é muito clara sobre este assunto. No entanto, qualquer apreciador de Café consegue distinguir diferentes perfis de corpo, aroma e sabores em função da altitude. Quanto mais acima estiver a plantação mais complexa é a bebida final. E de complexidade no nosso Café é uma coisa que gostamos! Temos, pois, uma planta que cresce em clima tropical, mas a uma temperatura mais baixa em relação ao nível do mar. Para florescer precisa de sol e chuva, de temperaturas entre os 13-26ºC, assim como de sombra durante o crescimentos e luz quando a cereja começa a aparecer. Estes requisitos acontecem nas regiões tropicais.

Na prática, estamos a falar de pressão e temperaturas mais baixas à medida que vamos subindo. As áreas indicadas para o cultivo do Café situam-se entre os 100-2000 metros de altura. O facto que influencia mesmo o resultado final é a diminuição de temperatura, havendo também a considerar a proximidade do Equador. E é esta interacção entre latitude e temperatura que afecta o modo como a planta se desenvolve, sendo o sabor o elemento mais considerado. O Café de altitude produz uma bebida mais ácida, mais aromática e com aquele elemento de carácter difícil de descrever por palavras.

Por isso, a altitude a que foi colhido o Café é sempre um dos elementos mais procurados e requeridos, sendo garantia de um bom sabor, estando presentes todos os outros factores que se exigem em bebida de especialidade.

A beleza e o prazer de apreciar um bom Café passa pela diferença entre regiões e altitudes, gerando aquela expectativa e antecipação que torna o acto de provar novas colheitas em algo que permanece no palato e na memória!